Como criar um jornal popular

1. Use o formato tablóide, é fácil de ler no trem, no ônibus, etc. Formato tablóide e poucas páginas, de preferência muito coloridas.

2. A capa deve trazer manchetes direcionadas ao público-alvo, não noticie “assalto resulta em morte”, isso não vende. Prefira algo como “comerciante mata ladrão”.

3. Use o termo “povo” sempre que possível, na verdade, quanto mais melhor. Faça entrevistas com perguntas do tipo “você é a favor da pena de morte?”. Quanto mais pobre e desdentado o entrevistado, melhor. Sempre peça que sorriam nas fotos. Dica: faça suas entrevistas no centro de grandes cidades, próximo do mercado público local. Ah, não esqueça da coluna “fala povo!”.

4. Regra de ouro sobre as seções: o caderno de esportes deve ser 99.9% sobre futebol e ocupar 60% do jornal, os restantes 40% devem ser divididos em 30% para a seção policial e 10% para falar mal dos partidos de oposição (todo jornal popular é a favor da situação, não importa que partido seja) e no aumento de preços.

5. Faça promoções do tipo “junte e ganhe”, colocando selos numerados na capa para trocar por bugigangas inúteis.

6. Parta do princípio que todos os leitores do seu jornal são semi-analfabetos ou analfabetos funcionais, quando usar alguma palavra “difícil”, sempre coloque o significado ao lado, algo como: o pediatra (médico de crianças)…

7. A capa deve trazer uma gostosa semi-nua, pelo menos em 6 dias da semana, vale até aquela foto da sua prima na praia;
para concluir, os textos devem ser curtos e com letras grandes, afinal o ônibus sacode muito e o Cleverson não lê muito bem.

Compartilhe no Facebook